quinta-feira, 26 de julho de 2012

Jackpot - Anda Hoje à Roda (4)


Onde fica a roda?

Situada no noroeste peninsular, Distrito de Viana do Castelo, na margem esquerda do Rio Minho confinando a norte com o concelho de Valença, a Este com o de Paredes de Coura e de Ponte de Lima, a Sul com o Concelho de Caminha e a Oeste com o rio Minho e a vizinha Galiza (Espanha), encontra-se esta lindíssima Vila Minhota, muito famosa pela sua prestigiada Bienal de Artes Plásticas, minhas senhoras e meus senhores, a vossa atenção por favor que a roda vai girar.

A primeira bola a sair do saco foi o “V”(será Valença?), a segunda um “C” (será Caminha?), a terceira e última bola é um “N” (de não). Vamos agora ordenar a chave: “V” de Vila, “N” de Nova e “C” de Cerveira, significa que a roda (escultura de Paulo Neves) está situada em Vila Nova de Cerveira, no Parque do Castelinho. Bastante fácil, não?


Eu sei que fui mauzinho (não consigo ser pior), algumas das dicas em vez de ajudar atrapalhavam, mas… tendo em conta a mais-valia dos participantes não podia facilitar muito. Vejamos: no último post (Roda 3) mostrei-vos os galos de Barcelos, a muralha do forte de Valença, a fronteira (entre ricos e pobres), deixei antever que a solução poderia estar no meio… coloquei a citação de Heródoto, inscrita no Monumento aos Heróis do Ultramar (de Manuel de Sousa Pereira), uma das muitas esculturas que poderão ser vistas por aqui. 


Resta-me agradecer a vossa colaboração e felicitar-vos pela vossa persistência, eu já teria desistido há muito. Para terminar um último pedido, venham até cá. Este país, apesar das muitas maldades de que tem sido alvo, merece ser visto com outra atenção… 

10 comentários:

  1. Portugal é lindo de lés a lés... mas o "meu" Minho não é só belo pelos seus atributos físicos... mas também pela hospitalidade e simpatia das suas gentes.


    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  2. Imperdoável. Logo numa terra tão bonita...e sim, Portugal merecer ser visto com muita atenção, tem sítios lindos de morrer!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imperdoável é...
      :)

      http://www.youtube.com/watch?v=Xx6T-R6WKMw

      Eliminar
  3. Mistério desvendado. Agora só falta mesmo a visita. Ah, pois é :)

    ResponderEliminar
  4. Espero que o meu último comentário tenha sido lido pelo ilustre amigo do Tinta com Pinta!
    Conheço a vila mas o parque deve ser relativamente recente em relação à minha última visita!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Topei" logo que a Rosa já sabia, acontece que o comentário que deixei na altura (Tendo em conta a mais valia dos participantes fui forçado a não deixar muitas pistas), saiu ligeiramente ao lado.
      Entretanto, a visita por V. N. Cerveira e "arredores" prossegue... se bem que agora a um ritmo mais lento.
      :)

      Eliminar
  5. Olá, Rui.
    Se está em Vila Nova de Cerveira, não deixe de ir ao alto de Santa Tecla. O passeio vale a pena. Conheço muito bem toda a zona. Acontece que não me passeio por lá há alguns anos. Não conheço esse parque. Tenho de voltar. Por aí tb há estalagens muito bonitas.
    Bons passeios

    ResponderEliminar
  6. Já não é a primeira vez que faço férias por aqui, de cada vez que regresso mais me surpreendo pela positiva, espero não ser a última...
    :)

    "A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse:
    “Não há mais o que ver”, sabia que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre."
    José Saramago

    ResponderEliminar