terça-feira, 24 de julho de 2012

Anda Hoje À Roda (2)


Comparada com o último livro que li, “A Insustentável Leveza do Ser”, de Milan Kundera, esta enorme (Roda) escultura em pedra é muito, mas muito mais leve…












Para os que pensam que a minha querida mulher é danada para a brincadeira, vejam só do que a nossa filhota é capaz. Maldades destas não se fazem a um pai, pois não?


P.S.  (O desafio anterior continua no ar. Apesar das dicas que fui deixando nos comentários, até ao momento, ainda ninguém acertou. Aqui vai mais uma preciosa ajuda. Habilitem-se!)


.....

Esta noite estranhei a cama, estava agitado, dormi pouco e levantei-me muito mais cedo do que é habitual. Para fazer horas, até que servissem o pequeno-almoço, peguei na máquina e fui por aí…





Quando voltei senti uma indisposição súbita. O Marco Fortes é que a sabe toda - "de manhã só estou bem na caminha"…


À tarde, recuperei a cor e a alegria, já nem me lembrava disso. “Yo no creo en brujas pero que las hay, las hay”.



20 comentários:

  1. Maldade? Eu penso que se a roda é de pedra nem sequer saíu do mesmo sítio. As 3 fotos foram tiradas no mesmo sitio. Não sei onde é pois nada conheço. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi uma gracinha...
      :)

      (Sabe que gosto imenso de a ler? Mas depois fico sem palavras para expressar o que sinto).

      Eliminar
  2. Ok... agora também não precisas de dizer mais nada!! :P
    Esta leva de fotos também está muito bem!

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achavas que eu ia entregar o tesouro assim de mão beijada? Como te enganas...
      :)

      Eliminar
    2. Está bem, convenceste-me: vou reunir com atenção as pistas todas... e estou de volta à liça!
      (pode ser que entretanto alguém acerte e poupa-me o trabalho... hehehe)

      Eliminar
    3. Não desistas, não estavas assim tão longe...
      :)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Corações há muitos. O meu é de manteiga... mas a resposta não é essa.
      :)

      Eliminar
  4. Será que isto fica lá para as bandas da Serra da Estrela?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para aqui chegar é sempre a subir... mas não fica aí.
      :)

      Eliminar
  5. Eu, se tivesse uma folha que me fizesse uma selvajaria dessas, deserdava-a... era o mínimo!

    Beijinhos para ela (e não só!)

    ResponderEliminar
  6. ...continuo sem fazer ideia de onde será...perguntei a uma das minhas irmãs e à minha mãe e também nada...:(

    ResponderEliminar
  7. Marco Fortes falando que 'de manhã é melhor estar na caminha' foi hilário nao? o que isso pode haver com a escultura é que sei lá rrs
    o que sei mesmo é que as fotos estao lindas,sua filhota ,claro! vamos em frente, vou ao 3º round...

    ResponderEliminar
  8. "Caminha" não se resume ao verbo caminhar nem a fazer ó-ó.
    :)

    ResponderEliminar
  9. ohhh que linda!:) tirada pelo autor deste blogue?

    ResponderEliminar