quinta-feira, 7 de março de 2013

Pescado, Amanhado, Escamado...


Óleo sobre Tela 60x80 cm - "Pescado, Amanhado, Escamado..."
Rui Pascoal - 2013

Foi pescado
Amanhado
Escamado
E agora pintado

60 comentários:

  1. E muito bem pintado! Parabéns!
    Agora gostava de o encontrar frito na mesa com um arrozinho de tomate...malandro ou não! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não é o tempo do tomate mas malandros não faltam por aí...
      :)

      Eliminar
  2. Vieste inspirado de terras cabo Verdianas! :))

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Tal como diz a Malena, parece que essa viagem foi inspiradora :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fiquei indiferente aquilo que vi… lamento não conseguir passá-lo para as telas.
      :)

      Eliminar
  4. Adoro visitar as colônias de pescadores, a simplicidade e o amor com que preparam os peixes, as conversas e grandes risadas contando os casos...é uma delícia saborear vida feliz acompanhada com peixe...
    Amei a tela, muito linda!!
    beijos
    Joelma

    ResponderEliminar
  5. Em plena velocidade de cruzeiro, as telas irão aparecer a retratar gentes de Cabo Verde. Parabéns e como está agora em voga (não sei bem porquê) «boa continuação...»

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Rocha, nem me fale em cruzeiros... fico logo mareado.
      :)

      Eliminar
  6. Pintura boa como é habitual, mas disseste uma coisa curiosa : "Cabo Verde - elas tocaram-me" !
    Dantes dizia-se que quem passasse pela Baía de Luanda, não passava sem lá voltar. Eu acho que é assim em toda a África ! Há e fica sempre qualquer coisa que "nos toca" !

    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha mulher nasceu em África… como é que eu não havia de gostar de Cabo Verde?
      :)

      Abraço!

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Quem é a “minha boneca” preferida, quem é?
      :)
      Obrigado!

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Vale o que vale... eu não corto na tinta, i.e., no óleo.
      :)

      Eliminar
  9. Muito muito boa Rui
    um retrato bem fiel que me leva a pensar nesse mundo distante de onde trouxe a inspiração.
    Suas telas sempre minuciosas me encantam .
    Uma obra de arte Rui tem vida e movimento,gosto muito.
    mando abraços

    ResponderEliminar
  10. mas a vendedora tem um ar estranho. Parece desconfiar do peixe. Ou estará cantando para os adormecer...quem sabe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há quem tenha falta de ar, se bem entendi, não será o caso desta vendedora...
      :)

      Eliminar
  11. Uma nova tela cheia de cor! África parece realmente exercer magia sobre quem a visita...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso ter visto por lá mandingas, com suas varas de condão.
      :)

      Eliminar
  12. Mais uma e cada vez melhor!
    Já estou a ficar curioso do tema que se segue.
    Sendo a maré caboverdiana, talvez não me engane.
    Palpita-me que vai trazer esse toque.
    Estás de parabéns e deixa-me que te diga que me surpreende a quantidade e qualidade produzidas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda sinto o cheiro da papaia... aquilo sim é outra fruta!
      :)

      Eliminar
  13. Passando pra deixar um forte abraço e desejar que seu final de semana seja repleto de felicidade e grandes realizações.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  14. Ora bem! Não há dúvida, foi tudo isso e ainda pintado.
    Está comprovado. ;)


    Um beijo

    ResponderEliminar
  15. O Rui não acha que vai sendo tempo de expor, de mostrar o seu trabalho para além das publicações que aqui faz. Tenho a certeza que todos nós gostaríamos de admirar as suas telas ao vivo, em tamanho real, nas verdadeiras cores em que as pintou.
    Pense nisso e diga-nos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essa ideia não está posta de parte mas, por enquanto, não passa de uma ideia.
      De qualquer das formas fico muito grato pelo estímulo, ele não caiu em saco roto.
      :)

      Eliminar
  16. Ruiamigo

    Estou 234,7% contigo! Estes sacanas estão a dar cabo de nós e de Portugal. São um bando de salteadores!

    A estória do gato é um espantooooo!!! como diria o Jô Soares.

    Fico á tua espera lá na TRAVESSA, depois de dez meses de ausência por mor de uma recaída da maldita depressão bipolar. Mas creio que isto está a estabilizar-se; pelo menos já escrevo e leio, o que não é mau de todo

    Abç

    H

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou passar por lá mas antes quero desejar-lhe rápidas melhoras.

      Eliminar
  17. É o Rui pescador de cor e da vida quotidiana. Tintas e pincéis e talento!

    Adoro mercados, e toda a arte de amanhar o peixe.

    Rui não leve a mal, mas porque não coloca os seus comentários em janela pop up?
    Abre-se o espaço para os comentários mesmo ao lado das suas obras e poderemos com muito mais facilidade escrever,observando as pinturas em simultâneo inspirando-nos mais.

    É só uma sugestão e para quem chega tarde como eu, facilita a observação/comentário.

    Abç e bom fim de semana,
    Mz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sugestão aceite, como é que poderia levar a mal? Até fico grato.

      Bom Fim-de-Semana!

      Eliminar
  18. E muito bem pintados! Sempre surpreendentes, as telas que aqui encontro!

    Na próxima quarta-feira, o Instantâneos a Preto e Branco faz 2 anitos... Se puderes passar por lá, terei todo o gosto em te receber!

    Beijos, boa semana

    ResponderEliminar
  19. Isa Lisboa
    Obrigado pelo convite (estou a ouvir a música do teu blogue neste momento), vou tentar não faltar.
    :)

    ResponderEliminar
  20. Marta
    Proponho uma troca, vai salsa e vem manjerico, aceitas?
    :)

    ResponderEliminar
  21. Vim agradecer a sua visita ao Cronicas On the rocks e a participação na Rua dos Cafés.
    Aproveitei para conhecer o seu blog e, pelo que já vi e li, vou certamente voltar.
    Excelente a pintura!Parabéns

    ResponderEliminar
  22. Carlos Barbosa de Oliveira
    Prometo voltar não só pelo café mas também pelas crónicas.
    :)

    ResponderEliminar
  23. Marta
    Em vez de salsa até podia ser merengue, ou rumba, mas eu não sei dançar, fico-me pela música.
    :)

    ResponderEliminar
  24. Que grande pintor de Cabo Verde!... Gosto muito das suas cores. Parabéns!

    E, já agora, a como é o quilo? De peixe, claro....

    ResponderEliminar
  25. Graça Sampaio
    O preço do peixe varia muito, quem o vende diz que é barato e quem o compra acha-o caro, tem muito que ver com as espinhas.
    :)

    ResponderEliminar
  26. Muito típico, muito fresco, muito real, retrata bem a vida das peixeiras há uns tempos atrás...os meus sinceros parabéns.... ao pintor das realidade Portuguesas, que todos lembramos tão bem e, gostamos de ver tão fielmente reproduzidas, mostrando-nos o ar prazenteiro das nossas vendedoras que eu recordo por exemplo --- na Figueira da FOZ!
    OH fiel pintor! Os meus agradecimentos!
    Abraço

    ResponderEliminar