segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Split

Ao longo do caminho até Split as paisagens bonitas sucedem-se e extasiam-nos.



















No centro desta cidade surge o antigo palácio romano do Imperador Diocleciano onde foram acolhidos no passado os refugiados de Salona. Hoje é uma multidão de turistas quem procura protecção para um sol abrasador.


















Indiferente a tudo e a todos, o tempo passa…














às vezes parece deter-se e sorrir para nós.





8 comentários:

  1. O tempo é sempre sorridente
    para quem o regista e o sente

    ResponderEliminar
  2. Que lindo país! E que lindas fotografias!

    E eu que só fui ali até Fafe e Guimarães...

    ResponderEliminar
  3. Rogério Pereira:
    Gosto tanto de o ver passar... que até já tenho rugas de expressão.
    :)

    ResponderEliminar
  4. Carol:
    O meu passeio foi curto eu é que tento esticá-lo.
    Sempre "a provocar-me"...
    :)

    ResponderEliminar
  5. "Indiferente a tudo e a todos, o tempo passa…"

    Aqui também passa, mas nesse momento, dentro de uma sala com luzes artificiais, numa das avenidas mais movimentadas de SP.

    =/

    ResponderEliminar
  6. Poupée Amélie:
    Contrariamente à carne e ao peixe… gosto do tempo muito bem passado, de preferência ao ar livre.
    :)

    ResponderEliminar
  7. Rui,
    Gosto do tempo bem passado também e ao ar livre nem se fala. Quanto à carne e ao peixe, prefiro que fiquem no pasto e no rio/mar, vivos, pulsantes!

    * Uma dica: coloque moderação em seus posts, assim poderá ler comentários em posts antigos.

    Bonjour pour toi!

    ResponderEliminar
  8. Poupée Amélie:
    "Nesta casa" a moderação fica por conta dos hóspedes...
    :)

    ResponderEliminar