terça-feira, 15 de março de 2016

O Rancho


Óleo sobre tela 130x70cm
"O Rancho"
Rui Pascoal - 2016

O Rancho

Com viola ou cavaquinho
Adufe reque-reque acordeão
Realejo castanholas pandeiro
Toca e(n)canta e dança com paixão
Em Portugal e no estrangeiro
Num palco ou qualquer terreiro
O Vira a Chula o Malhão
O Fandango o Corridinho
O Bailinho (da Madeira)
O Verde-gaio
E também o São Macário

Isto aqui são contas de outro rosário

Pleno de energia e alegria
Contagia


29 comentários:

  1. Mas que belo Arraial aqui vai, Rui Pascoal!! :)
    Portugal aqui representado em todos os instrumentos musicais, bailam, cantam e rodopiam, minhotos, algarvios, madeirenses e outros que tais.
    Bonito demais este Rancho folclórico! Uma beleza de tela... Ainda o Rui diz que é daltónico? E essas cores, quem as escolheu?

    :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os tubos de óleo têm os nomes das cores e como eu sei ler...
      :)

      Eliminar
  2. Um rancho muito completo, colorido e bem representado, que contagia sim senhor ! :)

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há mais elementos mas desta vez não puderam vir.
      :)
      Cordiais saudações.

      Eliminar
  3. ~~~
    ~ Muito interessante, Rui.
    Expressão bem portuguesa!
    Beijinhos para todos.
    Ótima semana.
    ~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se este é interessante o anterior... é muito mais elegante.
      :)
      Cordiais saudações!

      Eliminar
  4. Gostei muito deste rancho!
    (quase consegui ouvi-los)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah Leão (Águia, ou Dragão?)! Mas que grande audição!!!
      :)

      Eliminar
  5. Oi Rui
    Está tão perfeito que parece que fotografou o 'rancho'... maravilhoso!
    _ com o hábito do facebook quase nao nos vemos mais por aqui. E lá também tenho sentido sua falta. Preparando outra exposição? me chama... rs
    meu abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não diga isso, se o rancho sabe ainda me pode processar por ter ficado mal na fotografia.
      :)
      Bjs.

      Eliminar
  6. Olá amigo, um arraial e pêras por estas bandas. Um quadro lindo muito português. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  7. Ah e depois diz que não sabe escrever!...
    Adorei este Rancho, tanto o poema, como o quadro, muito colorido e com muita música por dentro.
    Muito bom trabalho, a elevar a cultura popular.
    Parabéns, Rui. Gostei muito.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este quadro comecei-o depois do almoço... e acabei-o antes do jantar (*). O mais difícil foi mesmo assinar. A versalhada ainda foi um bocadinho mais fácil.

      :)

      (*) entre Junho de 2015 e meados de Março de 2016.

      Eliminar
  8. olá, Rui...

    fiquei mto contente qdo vi k tinha passado pelo meu espaço com Afetos e Cumplicidades, deixando um comentário gracioso e repleto de Luz. é isso mesmo. acertou. na mouche.

    mudam-se os tempos, mudam-se as vontades e os pseudónimos, tb, mas eu continuo a ser a mesma.

    já conheço o seu estilo, a sua capacidade de escrever e pintar, associada a uma alegria mto própria e intrínseca. é de Artes e está tudo dito. irreverentes, disponíveis e mutáveis são as vossas principais características. evidente k há exceções a regra.

    o seu poema tem a sua cara, isto é, a sua maneira de ser, k é diversificada, mas tenho de dizer-lhe que está mto bem concebido, metido, entre aspas, e apanhado. ISTO É UM FADO...

    andamos em ranchos e num folclore, não sabendo, exatamente, qual a dança k nos calha. enfim, façamos par, pke sempre é mais agradável e intimista.

    a sua tela está engraçadíssima e cheia de profissionalismo. o homem da frente, vestido de preto, parecia-me o Dr. Mário Soares, mas isso já foi chão que deu uvas e os filhos nem um bago tem, com acento circunflexo, dele.

    a sua pintura, cuja inauguração da exposição TINTA COM PINTA estive agora a ver, está tal como o rui é. tanta gente, tanto sorriso disponível, ponto de exclamação. a sua mulher, como sempre, mto risonha. haja vida e alegria, pke vocês sendo dois, já só são um, isto é, não se concebem um sem o outro.

    mto obrigada e apareça porque dia 21 de março, comemora-se o Dia Mundial da Poesia e estou a pensar publicar. uma pessoa amiga passará o poema k estou a fazer para o meu blogue, pke a mão dta foi recentemente operada e vai ser de novo, depois da Páscoa. enfim, é a vida ou a incúria de mtos.

    um beijo para o Rui e outro para a família Pascoal, k me parece ter crescido.

    ResponderEliminar
  9. Já passaram mais de dois anos sobre a data da exposição. Há imagens que enganam... A família não cresceu mas já não falta tudo.
    :)
    Grato pelo seu comentário. Até breve!

    ResponderEliminar
  10. Uma tela plena de demonstração de alegria, folia!
    Bom fim de semana.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enfim..."para pior já basta assim"-
      :)
      Cordiais saudações.

      Eliminar
  11. Uma tela emanando um "cheirinho" a festa e alegria contagiante!...
    Está uma pintura fantástica... proporcionando estes efeitos especiais...
    Adoro a conjugação de cores!
    Abraço! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O fim de semana já era...
      Boa semana, óptima primavera!
      Cordiais saudações.

      Eliminar