quinta-feira, 21 de maio de 2015

Este Povo Que É Meu


Óleo sobre Tela - 130 x 70 cm
"Este Povo Que É Meu"
Rui Pascoal - 2015


Por seres como és, demasiado crédulo tosco e manso
Patos bravos, porcos sujos, cabras ou coelhos, 
nunca te darão descanso.

Nada resolve ficares assim de joelhos a rezar ao santo
Ouve este galo sem poleiro, 
levanta-te de vez, deixa de ser tanso.


40 comentários:

  1. Nunca mais deixamos de ser mansos, Rui!

    Beijos. :)

    ResponderEliminar
  2. Como diz a música... o povo é quem mais ordena... mas parece que andamos todos meio adormecidos...
    A pintura está espectacular, Rui! E as palavras... brilhantes!...
    Temos pintor e poeta... 2 em 1...
    Abraço. Fantástico este post de hoje!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O povo é quem mais ordenha... só que a teta secou.
      :)

      Eliminar
  3. ~~
    ~~~~ Excelente tela, Rui.

    ~~ Personagens soberbamente caracterizadas!
    ~~ O seu povo retratado deve estar muito orgulhoso.

    ~~ Razão tem o galo para estar aflito: tais companhias
    não são nada, mas mesmo nada, auspiciosas...

    ~~~~ Um galo que faz inveja ao de Picasso!

    ~~ O povo - perante as ameaças de despedimentos -
    anda amordaçado e anestesiado...
    ~~ Nunca imaginei tal cenário numa democracia...

    ~~~ Abraços e beijos para si e Any,
    ~~~~~~~~ em comunhão de simpatia e amizade.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com um elogio eu até sorrio
      Agora muitos... até me arrepio.
      :)

      Cordiais saudações.

      Eliminar
    2. ~ ~ ~
      ~ Quando me conhecer melhor, perceberá que sou sempre sincera.
      ~ Odeio hipocrisia e traição de que já fui vítima na blogosfera. lamentavelmente. Por inveja e ciúmes!
      Sei que parece incrível, mas é a pura verdade

      ~~~ Quanto a arrepios...
      ~~ Há emoções dessas que são muito saudáveis...

      ~~ Dias agradáveis, iluminados pelo encantador sorriso da sua musa maior...

      ~~~~~ Cordiais beijos para ambos. ~~~~~
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Eliminar
    3. Tenho sido um felizardo, possuo uma família maravilhosa, estou de bem com a vida, mas sei que um dia isto vai acabar.
      Até lá... há que aproveitar.
      :)
      Grato pela sua simpatia. Bem haja!

      Eliminar
  4. Rui, estou estupefacta!
    Embora sempre tenha gostado de todas as suas outras telas, esta é de longe, a mais extraordinária e surpreendente de todas! Uma composição de personagens fantásticas, o conteúdo e as formas, as cores, uma autêntica maravilha!
    Depois, o poema simples e escorreito, totalmente em sintonia com a tela. Sabia que era artista, mas assim tanto...:-)
    Parabéns, Rui. Visitá-lo é sempre um prazer, mas com um quadro destes tenho de voltar mais vezes para continuar a admirá-lo.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se eu não fosse daltónico, irónico, teimoso e malicioso... seria um rapaz maravilhoso (ou não).
      :)

      Eliminar
    2. Ser daltónico não deve ser agradável, mas com as combinações de cores que faz, não se nota nada.
      Quanto à teimosia e à malícia, já vi que em si são qualidades que utiliza em relação ao que interessa.
      ;-)

      Eliminar
    3. Eu bem queria modificar-me... mas não consigo ser pior.
      :)

      Eliminar
  5. Estive a rever os seus quadros. Será que eu poderia utilizar uma das suas pinturas num dos meus posts?...
    Gosto muito das telas na "Génese", por exemplo...
    Compreendo se não puder ser. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Laura foi logo escolher os (da Génese) que não são da minha autoria... quer-me dar cabo da auto-estima?
      :)

      Eliminar
    2. Ah Rui, mea culpa. Desculpe, é que vi muito rapidamente e como vi a sua assinatura, não pensei que fosse autoria em relação às fotos...:-)
      Você sabe que está pintar cada vez melhor!
      xx

      Eliminar
    3. Eu pintei essas telas da "Génese" (mas os originais não são meus) quando frequentava "aulinhas de pintura". Como me sentia demasiado "preso" abandonei-as. Já sabe que "galinha do mato não quer capoeira". :) Já agora satisfaça a minha curiosidade e diga-me qual delas tinha em vista. Pode ser? Prometo que nos próximos tempos não pintarei nem publicarei qualquer tela, talvez me dedique à fotografia. Grato pela honrosa visita e comentários. (Se tivesse facebook...) . Bom fim de semana!

      Eliminar
    4. Eram várias até, porque gostei de quase todas, mas a verdade é que se os originais não são seus, está muito bem "copiado"! :-)
      Aaah, bela ironia, essa, mas é assim que se aprende; a copiar. Depois, voa-se, e o Rui tem voado de forma muito consistente e original.
      Ah agora tenho facebook, tenho! Como a minha filha foi trabalhar para a Irlanda nos fins de Janeiro, tive de render-me ao facebook para falar com ela no chat, porque o Skype já não chegava.
      Peça-me amizade, Rui, se desejar. Eu pouco lá vou, mas de vez em quando apareço.

      Eliminar
    5. (por falar em voar) Eu bem queria, mas as viagens estão tão caras...
      :)
      Irlanda? Ainda não conheço, mas já faltou mais...
      Boa semana!

      Eliminar
  6. Agora compreendo porque a tela do galo ainda não estava assinada, Rui!
    Faltava o povo, a massa de que somos feitos, a urbe, aqueles de quem poderia depender a mudança e fazer o galo cantar outra canção!
    Muito bom, Rui!
    Como já recebeu muitos elogios e eu não gosto de repetições nem o quero arrepiado, dou-lhe apenas os meus Parabéns.
    Belo quadro!

    Abraço extensivo à sua cara-metade!

    Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O galo é sempre o primeiro a acordar, o povo ainda dorme...

      Eliminar
  7. Rui Pascoal,
    isso dava um belo mural.
    E com legenda!
    Porque não experimenta?

    ResponderEliminar
  8. Pascoalamigo

    Um quadro entre o naif e o realismo que reflecte o que tu és. E os versos ironicamente intencionados par o meu gosto são um mimo! Resumindo: muitos parabéns!

    Bjs da Kel e abç do Pernoca Marota (embengalado..)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Ai que linda troca d’olhos, ai que linda troca d’olhos
      Fizeram-me agora ali, fizeram-me agora ali…
      Trocaram-se os olhos pretos, trocaram-se os olhos pretos
      Por uns outros que eu bem vi, por uns outros que eu bem vi

      P’ra melhor está bem, está bem, p’ra pior já basta assim
      P’ra melhor está bem, está bem, p’ra pior já basta assim..."
      :)
      Cordiais saudações.

      Eliminar
  9. Chapelada (de aba larga!!) para o poema e o quadro.
    Um mimo!!
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se vissem a tela aí em Macau até ficavam de olhos em bico.
      :)
      Um abraço

      Eliminar
  10. Bom dia!!!
    Pois que este teu quadro poderia, perfeitamente, "decorar" o meu post de hoje. Perfeitamente!!!

    ResponderEliminar
  11. Parabéns pela tela e pelo texto !

    Quando o povo se erguer
    Os patos bravos, porcos sujos, cabras ou coelhos,
    irão desaparecer.

    Um beijinho


    ResponderEliminar
  12. Essa realmente me deixou muitíssima encantada Rui porque é demasiada bem elaborada .Muitos parabéns.
    Li onde dizes que pretende parar de pintar ,por favor precisa pintar mais ... que tal um marchand? são obras de arte _ precisa ganhar dimdim... rs
    abraços abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lembra-se daquele sujeito bêbado que tinha deixado a bebida? Ele só não se lembrava onde a tinha deixado...
      :)
      Calma! Eu só disse que nos próximos tempos não iria pintar. Pensavas que te livravas de mim, assim tão facilmente? Nem pensar!
      :)
      Cordiais saudações.

      Eliminar
  13. Gosto dos versos! Cheios de força e de razão! Quanto à pintura, está muita bem caçada....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apanhado o coelho e os outros... fica tudo cassado?
      :)
      Isso é que era!

      Eliminar
  14. Em modo que de ditado popular... Excelente!
    Adoro a pintura.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De Rui para Rui,
      Muito obrigado, até me sinto babado.
      :)
      Cordiais saudações.

      Eliminar
  15. Gostei do óleo e gostei dos versos.
    um beijinho e uma boa semana
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E depois de amanhã... "fim-de-semana é para ganhar coragem".
      :)

      Eliminar